Ápeiron

O que é Ápeiron?

O termo grego Ápeiron (ἄπειρον), que significa originalmente “sem limites” ou “indeterminado” foi utilizado por Anaximandro para designar o princípio (arché) e o elemento primordial de todas as coisas.

Quem foi Anaximandro?

Anaximandro foi um filósofo pré-socrático da Grécia Antiga, nascido por volta de 611 a.C. na cidade de Mileto, que era uma das principais cidades gregas da Jônia (atual Turquia). Ele foi discípulo de Tales de Mileto, considerado o primeiro filósofo do Ocidente.

Além de suas ideias filosóficas sobre o Ápeiron, Anaximandro também fez contribuições para a astronomia e a geografia.

O Ápeiron de Anaximandro

Diferentemente de Tales de Mileto, que acreditava que a água era a substância fundamental de todas as coisas, Anaximandro argumentava que o princípio de tudo não poderia ser identificado com um elemento determinado encontrado na natureza, como terra, água, ar ou fogo. Por essa razão, Anaximandro postulou o Ápeiron, algo indeterminado e indefinido, como o princípio originador de todas as coisas.

Somente fragmentos das obras de Anaximandro são conhecidos, o que dificulta obter um entendimento mais preciso sobre o seu conceito do Ápeiron. No entanto, é possível que Anaximandro estivesse aludindo a algo que fosse infinito e indeterminado espacialmente, porém, dado que a partir deste princípio emergiram elementos contrários (tais como o calor e o frio, o seco e o úmido), é possível que também tenha sido considerado algo sem uma qualidade específica determinada.

Importância do conceito

O conceito do Ápeiron é importante na história da filosofia porque representa uma tentativa inicial de buscar uma explicação naturalista e não mitológica para a origem do universo e de todas as coisas. É uma das primeiras tentativas conhecidas de se desenvolver uma teoria cosmológica baseada em princípios racionais, em oposição às explicações míticas.

Veja também: a passagem do mito ao Logos

Ápeiron

NEWSLETTER

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − 1 =