O homem é o lobo do homem

A frase “O homem é o lobo do homem” é uma afirmação profundamente filosófica, com raízes antigas na história do pensamento humano. A expressão, originalmente escrita em latim como “Homo homini lupus,” foi popularizada pelo filósofo Thomas Hobbes no século XVII.

Origens da Frase “O homem é o lobo do homem”

A frase “O homem é o lobo do homem” tem sua origem em escritos latinos antigos, especificamente na obra “Asinaria” do comediógrafo romano Plauto, que viveu no século III a.C.

No entanto, foi o filósofo inglês Thomas Hobbes, no século XVII, que a popularizou e a reinterpretou em sua obra “Leviatã”. Hobbes usou essa expressão para descrever a natureza humana em seu estado natural, argumentando que, sem um governo ou autoridade central para impor a ordem, os seres humanos agiriam egoisticamente, movidos por seus desejos e impulsos, resultando em um estado de guerra de todos contra todos.

A Natureza Humana Segundo Hobbes

Para Thomas Hobbes, a natureza humana é inerentemente egoísta e competitiva. No estado de natureza, onde não há governo para impor regras e leis, os indivíduos buscariam seus próprios interesses sem consideração pelos outros.

Nesse cenário, a vida seria “solitária, pobre, sórdida, brutal e curta”. Portanto, Hobbes defendia a necessidade de um contrato social, no qual as pessoas renunciariam parte de sua liberdade em troca de segurança e ordem sob a autoridade de um governo soberano.

Relevância Contemporânea

A frase “O homem é o lobo do homem” ainda ressoa na sociedade moderna de várias maneiras. Ela destaca a dualidade da natureza humana, que pode ser altruísta e solidária, mas também egoísta e violenta. Vemos exemplos disso em conflitos armados, crimes violentos e competição desenfreada em várias esferas da vida.

A frase também levanta questões sobre a necessidade de instituições sociais, como governos e leis, para regular o comportamento humano. Em um mundo onde os interesses individuais muitas vezes entram em conflito, a presença de estruturas de governança é considerada fundamental para manter a paz e a ordem.

O homem é o lobo do homem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze + 6 =